Negociando novas compras de motocicletas.

Negociando novas compras de motocicletas.

A compra de uma motocicleta para muitos é muito mais emocional do que racional, por esse motivo as pessoas colocam uma grande quantidade de variáveis sobre o preço da moto.

Saiba que as margens da moto e do carro são muito, muito diferentes.

As motocicletas mais caras são parecidas com o custo de um sedan de tamanho médio. 

Especialmente em motos menores, menos providas de recursos. O preço Sugerido é, as vezes, algumas centenas de reais maior do que o custo do concessionário. Eles não vão deixar esse lucro desaparecer silenciosamente.

Eu não estou encorajando você a pagar o preço da etiqueta, mas estou sugerindo que é mais difícil negociar muito o preço em motocicletas de menor valor. 

Conseguir 2 ou 3 mil de desconto numa BMW R 1200 GSA pode acontecer, mas conseguir 2 mil de desconto numa biz não é de modo algum realista em 2018. A menos que você esteja comprando o modelo 2010!

A margem nas novas motos menos dispendiosas geralmente é de cerca de quatro a sete por cento. Faça algumas contas…

Todo mundo já ouviu  história de alguém que comprou sua moto muito abaixo do Preço Sugerido.  Acontece!. Não frequentemente, mas ocasionalmente ocorre. A moto é quase sempre nova, mas não é do ano ou o último modelo. Os modelos nem sempre são indesejáveis ​​ou impopulares, mas o concessionário poderá ficar com ela encalhada por muito tempo. Note que isso NÃO significa que estas são motos ruins. Na verdade, elas podem ser maravilhosas. Se você está ciente de como essa situação ocorre, e como capitalizar sobre ela, poderá sair bem feliz.

Primeiro, o concessionário quase sempre não possui a nova moto. Ele tem a motocicleta financiada e o financiamento termina quando eles a vendem. O concessionário estima quanto tempo demorará para vender a moto e calcula o custo do financiamento sobre o preço da moto. Você também precisa saber que um revendedor geralmente será obrigado a aceitar modelos “não tão desejáveis” ​​para receber os mais populares. 

Você pode não levar para casa a moto na cor  que você queria, mas você pode obter um ótimo negócio em uma moto nova. Quando uma moto está financiada e no estoque por meses, muitas vezes é vendida sem lucro, uma vez que não podem devolve-la.

“Nunca compre uma moto na primeira visita.” Escuto isso constantemente. “pesquise muito”.

Meu Deus!! Esta é uma tática e postura antiquada usada por aqueles que não tem ideia de como fazer negócios. Se um vendedor lhe oferece um ótimo preço, por que você iria embora? Porque algum artigo da Internet lhe disse que era uma boa idéia? Porque algum amigo disse para não aceitar a primeira proposta? Esqueça isso.

Se você não conseguiu a moto que deseja pelo preço que deseja, obviamente terá que sair em algum momento, mas você deve saber que os vendedores estão acostumados com isso. Você não irá abalá-lo. Não se esqueça que principalmente em épocas de lançamentos as motos são vendidas pelo Preço Sugerido, não tem porque a concessionária lhe dar descontos com a procura em alta.

Examine também a taxa de juros. (Vá armado com o seu próprio financiamento e permita que o vendedor tenha a chance de vencê-lo!) O concessionário pode obter uma redução na taxa do banco parceiro.

Seja criativo. O revendedor precisa do seu dinheiro. Você precisa de uma nova moto – mas também precisa de algumas outras coisas. Se vocês não conseguirem se acertar no preço da moto que você está comprando, por que não ver se o vendedor pode incluir algumas coisas que não custam muito para eles, mas você gostaria de ter.  Revisões gratuitas, trocas de óleo, instalação de acessórios, moto de empréstimo durante as revisões, etc…Isso tudo pode fazer uma grande diferença para você mas tem um  custo baixo para o concessionário.

PENSE BEM, se você está disposto a negociar numa concessionária para economizar uns R$500,00, lembre-se que isso irá prejudicar o seu concessionário também. Imagine depois quando você for no “seu” concessionário no café da manhã do sábado ou mesmo para um pequeno aperto de parafuso. Será que você estará no topo da lista de prioridades deles?  Quando quiser colocar algum acessório nela, vai querer que ele tenha em estoque. Ter o  problema da moto diagnosticado e reparado corretamente é importante para você? Um bom negócio nunca é medido apenas em Reais. Um concessionário que tem que manter o quadro de pessoal, insuficientemente treinado e com pouca competência para manter os preços baixos das motos novas pode não ser o revendedor que você realmente quer frequentar. Você não está apenas comprando uma moto – você está escolhendo um parceiro para cuidar da sua paixão.

Aquele com ótimo serviço, bom inventário e pessoas amigas que sempre se esforçam para te atender bem não será o mais barato, mas provavelmente será o melhor valor. 

Fico impressionado com a quantidade de pessoas que conheço que compram em concessionárias que não frequentam para economizar um percentual muito baixo em relação ao valor da moto e depois na maior cara de pau aparece na outra com a moto nova e fica pedindo favores.

Não estou dizendo para pagar o que pedem, mas sim que saibam como negociar condições melhores para todos, sei que tem vendedores e concessionários ruins de negócios, isso sem falar nas motos que queremos dar como parte de pagamento e suas referidas quilometragens, mas isso é assunto para outro dia.

Aproveitem o momento da compra e divirtam-se.

Por José Victorino

Um comentário em “Negociando novas compras de motocicletas.


Deixe uma resposta